Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

EntreNós

O que fazer em Glasgow

Sendo Glasgow a segunda maior cidade escocesa e pertinho de Edimburgo, não podíamos ignorá-la.

Foi, no entanto, uma visita de médico.

Apanhámos o autocarro desde Edimburgo: 4£ cada.

Ao chegar, ficámos num café quase uma hora à espera que a tempestade fosse chatear outra cidade. Um chazinho e uma fatia de bolo depois pusemo-nos a caminho. Nesse dia pouco ou nada fizemos. Saímos depois de jantar quando já não chovia tanto e demos uma volta de reconhecimento pela cidade.

Apesar de só termos ficado 2 dias em Glasgow, visitámos o que nos foi possível e vamos deixar-vos com os nossos must do.

 

 

Gallery of Modern Art (GOMA)

À entrada é obrigatória a selfie com o Duque de Wellington com um pino de trânsito como chapéu (se ainda lá estiver!).

Tem entrada gratuita e lá dentro podemos admirar, imaginem: arte moderna! Quem diria?? :D

Agora um pouco mais a sério: à medida que vamos passando pelas várias cidades e visitando todo o tipo de museus, vamos descobrindo qual o tipo de arte que mais nos atrai. Arte moderna é uma delas.

 

12931241_10207635814205725_7860738271005811175_n.j

 

 

Catedral e Cemitério Necropolis

Nós chamámos-lhe a "Catedral dos Telhados Verdes", já que essa é a principal característica que a distingue das restantes (por esta altura começamos a confundir as igrejas/catedrais que já visitámos). É a principal igreja de Glasgow e acredita-se que foi construída sobre a igreja de São Mungo, o padroeiro da cidade.

Ao lado da catedral, encontra-se a Necropolis, um cemitério gigante, com mais de 50000 sepultados e cerca de 3500 monumentos, que se estende ao longo de uma pequena colina.

Facto interessante: quanto mais elevada está a campa/túmulo, mais importante era o falecido. No topo da Necropolis situa-se o túmulo de John Knox, líder da reforma protestante. 

Mesmo que não gostem destes "ambientes", há algo por que vale a pena subir ao topo do cemitério: a vista. Uma paisagem panorâmica (gratuita) aguarda-vos!

 

 

Riverside Museum

Venceu o prémio de Museu Europeu do Ano em 2013. Este facto deve ser suficiente para vos convencer a visitá-lo, mas nós contamos mais.

O design é todo moderno e faz lembrar montanhas (à Catarina) ou um electrocardiograma (ao João). Lá dentro temos acesso aos mais variados tipos de transportes e suas histórias, sempre muito bem acompanhados por ecrãs tácteis interactivos. Os amantes de carros antigos não podem falhar este museu!

 

wn.jpg

 

 

 

Kelvingrove Art Gallery and Museum

Não visitámos, mas está cotado como um dos principais museus do Reino Unido.

Além disso, é circundado pelo Kelvingrove Park, um parque gigante onde sabe sempre bem dar um passeio ou comer um gelado.

 

 

Glasgow University

Hogwaaaaaarts! Apaixonados por Harry Potter ou não, a visita à universidade de Glasgow é obrigatória. Parece que entramos num mundo diferente, místico e mágico. 

A arquitectura é muito bonita e em combinação com o verde da natureza fica excelente.

 

hp_en.jpg

 

Sem dúvida que ainda haverá muito mais para descobrir em Glasgow. Fica para a próxima!

 

3 comentários

Comentar post