Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

EntreNós

Adorámos e odiámos - Edimburgo

Edimburgo é uma cidade fantástica!

 

Pequenina e escura, mas cheia de vida e simpatia por todo o lado.

O que mais nos encantou foram, sem dúvida, todas as histórias sobre fantasmas e actividades paranormais. UH UHHHH!!!

Foi tudo tão bonito que ficámos com vontade de voltar lá e percorrer a Escócia de carro no verão. Deve ser lindíssimo!

                                                                        

 

Nesta cidade fantasmagórica ADORÁMOS:

 

Simpatia: começámos logo com o pé direito. Na verdade, com a asa direita. Ao lado dos nossos lugares no voo Dublin-Edimburgo, vinha um senhor na casa dos 60 anos que regressava à sua cidade-natal. Palavra puxa palavra e rapidamente nos apercebemos da imensa gentileza e simpatia do nosso companheiro de fila. Sugeriu-nos alguns must do da cidade e até dois restaurantes e um bar de jazz. Curiosamente iria viajar até Lisboa em breve, pelo que também nós lhe demos algumas sugestões.

Já em Edimburgo confirmámos: na sua grande maioria, as pessoas são super prestáveis, simpáticas e divertidas. Depois de perguntarmos algo e eles, amavelmente, nos ajudarem com uma direcção ou informação, agradecíamos e, invariavelmente recebíamos um "No worries. Have a great day!.." Até começámos a achar que havia directivas do governo para que os turistas fossem bem tratados.

 

 

As lendas e histórias da cidade: casas subterrâneas, partes do cemitério fechadas devido a "actividades paranormais", um cão que viveu 14 anos sozinho ao lado da campa do dono (só pode ter sido um fantasma!), assassinatos e muitas histórias assustadoras que combinam bem com os tons cinzentos e esverdeados de Edimburgo.

 

 

Ghost tour: tem o valor de 12€; 9€ se forem tão estudantes como nós (estudamos, constantemente, a melhor maneira de mostrar o cartão de estudante fora do prazo). Esta tour foi aclamada pela crítica e ganhou imensos prémios. Deixou a Catarina a tremer por todos os lados e até fez com que João a terminasse agarrado a um desconhecido no final. Segundo a nossa guia, há pessoas que saem da tour com arranhões e feridas inexplicáveis. Para não falar das visões durante a tour: crianças fantasma, pessoas com 300 anos, entre outro. Vai valer a pena!

 

 

YO! Sushi: esta é um pouco estranha. É certo que sushi não é tradicional de Edimburgo e que há mais restaurantes como este por todo o lado, mas foi em nesta cidade que comemos pela primeira vez no YO! Sushi! e que bem nos soube! O conceito é simples: há um pequeno tapete rolante que passa ao lado de todas as mesas e que está repleto de sushi. Há pratos de várias cores e a cada uma delas corresponde um preço. Depois é só ir vendo os pratos a passar por nós e o que nos piscar o olho é, imediatamente, retirado da passadeira e negado a outros possíveis predadores. É quase como que um flirt. No final somam-se os pratos e suas cores e tcharan!!

Mas descansem, os mais esquisitos, que há carta e podem pedir outros pratos para além do que existe na passadeira. Além disto, pode fazer-se refill da sopa de miso e do chá verde. Adivinharam! Forretas como somos, quase acabámos com toda a sopa do restaurante!..

 Adorámos!

Alguém sabe se há disto em Portugal? 

 

12733577_10207249566309769_691262209173495386_n.jp

 

 

 

ODIÁMOS 

 

A única coisa que não nos agradou em Edimburgo, foi o facto de alguns locais da cidade não estarem iluminados. Alguns deles até, situados em zonas centrais, como a Princes Street, nomeadamente os jardins e o Scott Monument. Apesar disso, acreditamos que é esta falta de luz que confere a Edimburgo o tal lado místico de que falámos e que tão bem lhe assenta.

 

 

Resumindo...

We love Edinburgh! <3

O que fazer em Edimburgo

Chegámos a Edimburgo! 

 

Toda a gente nos dizia que era uma cidade lindíssima e... confirma-se!

A cada virar de esquina encontramos um escocês a tocar gaita de foles, equipado com o tradicional kilt. Há que ter uns belos pulmões!

Ouvimos, também, que se trata de uma das cidades mais assombradas do mundo! Já lá vamos…

Só não fomos capazes de descobrir se, realmente, os escoceses dispensam as cuecas quando usam os kilts. Fica para a próxima visita a Edimburgo!

 

 

12728944_10207249707993311_3570485524176287889_n.j

 

 

 

 

Deixamo-vos, então, com os nossos “must do”:

 

Royal Mile

É a rua ou sucessão de ruas na parte antiga da cidade e que ligam o castelo de Edimburgo ao Palácio de Holyrood. Tem o comprimento aproximado de…. adivinharam – uma milha (cerca de 1,6 km) – e é uma das ruas mais movimentadas da cidade.  

 

 

12718284_10207249566509774_7805368443817659111_n.j

 

 

 

 

Princes Street

É a principal avenida da cidade, sendo o centro de comércio. Estende-se, igualmente, por uma milha e tem a peculiaridade de praticamente de não ter construções no lado sul e, por isso, permitir uma visão panorâmica do castelo e da parte antiga.

 

 

Edinburgh Castle

Salta à vista, de imediato, por se situar no ponto mais alto da cidade. A vista da praça situada antes da entrada do castelo é excelente, permitindo alcançar tanto o lado norte como sul de Edimburgo.  

Algumas partes têm mais de 900 anos!!

O castelo é um dos locais com maior reputação de assombramento. Vários visitantes relataram visões de fantasmas tocadores de gaitas de foles, bateristas sem cabeça e espíritos de prisioneiros franceses da Guerra dos 7 anos. :O

Não chegámos a visitar o castelo – 16,5£ ainda nos fazem diferença na carteira – mas é possível entrar sem pagar - se bem que só se entra uns 20 metros, mas é o suficiente para poder fazer um vídeo muito doido.

 

Instruções para fazer um vídeo muito doido na entrada do (assombrado?) castelo de Edimburgo:

  • Viajante nº 1 coloca-se dentro do castelo
  • Viajante nº 2 coloca-se à saída do castelo e prepara o instrumento de filmagem
  • Viajante nº 2 inicia a filmagem
  • Viajante nº 1 corre o mais rápido e aterrorizado possível em direcção à saída, como se tivesse visto uma família inteira de fantasmas demoníacos
  • Viajante nº 2 termina a filmagem depois do viajante nº 1 passar por si
  • Viajantes vêem a gravação e riem muito

 

12688164_10207224774729995_7647072712015509952_n.j

 

 

 

 

Greyfriars Bobby

Não há história mais "Disney" que um cãozinho muito fofinho e amoroso que perde o dono e passa os seguintes 14 anos a dormir ao lado da sua campa.

Lindo, incrível, arrebatador! Levou até a Catarina às lágrimas! (sempre que há animais em sofrimento, há choro nesta defensora dos bicharocos).

Estávamos encantados com os relatos acerca deste Skye Terrier tornado famoso no século XIX.

Eis quando a nossa guia da Ghost Tour nos disse: “Meus caros, peço desculpa por estragar o momento, mas… É tudo falso! Vocês acham mesmo que um cão se aguentava 14 anos, numa altura em que a média de vida de uma pessoa era de 30 anos?

Mantivemos a esperança de que o cão fosse super saudável e incrivelmente resistente a doenças. Minutos depois ela mostrava-nos que a campa onde o cão supostamente ficava à espera do dono, era de um familiar com o mesmo apelido e não do dono...... Bom, por vezes os cães também se enganam a ler, não?.. 0:)

 

 

 

Ghost Tour

Considerada das melhores Ghost Tours do mundo! Tão boa que a Catarina teve que fechar os olhos por diversas vezes para não ver nada de estranho e terminou com o João agarrarado a um desconhecido.

Complementada com algumas histórias reais e factos bastante interessantes, a tour leva-nos por casas e passagens subterrâneas, cemitérios e zonas polergeist. E mais não podemos desvendar...

Há uma coisa que têm de saber sobre Edimburgo...

Desconhecíamos que Edimburgo tinha uma passado repleto de histórias assombradas, mas mal chegámos começámos a percebê-lo, fosse em conversa com locais, museus ou postos turísticos. Em todo o lado havia referências à "Haunted Edimburgh" e havia, até umas quantas Ghost Tours!..

 

Era tudo muito divertido e fascinante, mas, claro que achávamos que eram só histórias. Até que....... chegou a altura de sentirmos na pele o assombramento de Edimburgo!

 

1º - perdemos a grande maioria das fotos de Edimburgo (ao passá-las para o computador de um amigo, a pen apanhou um vírus que só apagou as fotografias e videos de Edimburgo!)

2º - ontem, depois de 2h a escrever um post sobre Edimburgo, quando nos preparávamos para o publicar... puff! Desapareceu! Pela segunda vez!


Vamos tentar dar-vos algumas informações sobre esta maravilhosa e assombrada cidade, mas não podemos prometer nada...

 

Uhhhhhhh!

 

12705241_10207249567669803_5395408673519137438_n.j