Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

EntreNós

O que FARIAmos nós sem ti?..

Em Londres fomos recebidos pelo Faria e o Giuli, dois tugas espetacularmente espetaculares! O Faria é amigo do João dos tempos de faculdade.

Eles vivem em Hackney, a cerca de 15 minutos de comboio do centro de Londres, numa Unit – um “living-working place”: uma espécie de armazém gigante com imensos quartos e algumas áreas comuns (sala, cozinha e casas-de-banho). Vivem lá cerca de 30 pessoas!

Pudemos partilhar conversas com alguma da malta - tudo com muito boas energias e ideias interessantes!

 

1936078_10208001864436752_8010563876486005377_n.jp

 

O Faria e o Giuli são os mestres da descontração e sempre bem-dispostos. Soube bem recarregar baterias num ambiente assim!


Obrigado pelas dicas e sugestões sobre Londres e por nos terem recebido tão bem!

Brasil #EntreNós

Em Edimburgo fomos recebidos pela Lívia, uma brasileira simpatiquíssima com quem entrámos em contacto através de um grupo de couchsurfing do Facebook.

Foi a primeira vez na viagem em que ficámos hospedados com alguém completamente desconhecido e sem nenhum amigo em comum. Apesar disso, a Lívia acolheu-nos como se fossemos seus amigos de longa data! :D

Ela está a estudar na Universidade de Heriot-Watt, nos arredores de Edimburgo, e é lá que tem o seu quartinho, onde tão bem nos acolheu. A universidade/residência fizeram-nos sentir como se estivéssemos num American Pie, de tão parecidos que são os campus.

A Lívia é uma cearense (nasceu em Sobral) apaixonada por basquetebol e Star Wars. 

O seu quarto era pequeno, perfeito para um estudante que vai lá viver uns meses. Imaginem um quarto pequeno com cama, roupeiro e uma secretária. Mesmo assim, a Lívia prestou-se a oferecer-nos um pouco do seu espaço, isto com aulas e exames pelo meio!

O nosso coração está cada vez mais cheio com esta viagem!

Obrigado, Lívia! <3

 

livia en.jpg

 

 

 

 

Eles eram 4 #EntreNós

Em Dublin fizemos couchsurfing em casa de um amigo de um amigo do João: o Tiago barbudo! (Obrigado pelo connect, Paulinho!) 

 

A casa é pertíssimo do centro e nela vivem 2 casais: O Tiago e a Lisa, a Filipa e o Basil.

 

 

Lisa (namorada italiana do Tiago - escrito assim parece que ele tem outras noutros países, mas não!; o rapaz é sério!) foi quem conhecemos primeiro, pois, como o Tiago estava a trabalhar quando chegámos, foi ela que nos veio salvar da desorientação normal de quem está numa cidade pela primeira vez - o Google Maps ajuda mas não é perfeito. Muito simpática e prestável!

 

A Filipa (portuguesa, também) foi super simpática. Falámos bastante sobre a vida na capital irlandesa, preços, hábitos, etc. Adorámos as suas obras de arte (banda desenhada)! Além disso, preparou-nos as melhor panquecas de sempre! 

 

O Tiago foi um host espetacular: montou o nosso estaminé (colchão na sala, com os respetivos lençóis e tudo e tudo) sozinho; acompanhou-nos na parte final da prova de cerveja e whisky; levou-nos a jantar fora a um vegetariano maravilhoso; foi companheiro de conversas e gargalhadas; emprestou-nos o seu drone (foi a nossa primeira vez!) e deixou-nos continuar a tentar mesmo depois de ter percebido que era bastante provável que lhe partíssemos a avioneta e, finalmente - ou não fosse ele um mestre da "Gameland" - mostrou-nos alguns jogos que desconhecíamos e experimentámos - Coup e Spaceteam - e viciou-nos no segundo (é uma app para jogar com mais amigos: saquem e divirtam-se!).

12552862_10207108362179754_6891863968716540786_n.j

 

 

 

Infelizmente não pudemos conhecer o Basil porque mal nos cruzámos com ele.

 

Esta malta fez-nos sentir em casa e tornou a nossa estadia em Dublin muito mais agradável.

Obrigado!